Publicidade:

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Photosyntesis


O jardineiro é o Senhor, e as "árveres", somos nozes!! É isso, acaba que essa é a premissa do Photosyntesis, jogo que teve um hype enorme na GenCON desse ano e vem pela Mandala Jogos em breve.

Cada jogador tem um conjunto de árvores, que vem desde a semente, até uma árvore já crescida e que em algum momento irá morrer dando lugar para novos brotos crescerem.

O tabuleiro é um hexágono que a cada rodada vai receber a luz do sol para que você tenha pontos para realizar as ações do jogo.

Cada jogador tem sua cota de peças para colocar em jogo.

O brilhantismo do jogo começa aí, existem 4 estágios das árvores, semente, broto, árvore jovem e árvore madura, e à partir do broto é que você começa a receber pontos pelos raios solares.

o lance é que a cada movimento do sol, uma parte do tabuleiro é iluminada enquanto a outra fica mais escura, e as árvores maiores cobrem as menores fazendo com que o seu posicionamento no tabuleiro deva ser super bem calculado de modo com que você consiga sempre (ou na maioria das vezes) consiga um solzinho para conseguir trabalhar.

No Photosyntesis você só tem uma forma de pontuar, quando a árvore adulta sai do jogo, aí dependendo do seu posicionamento no tabuleiro, recebe uma ficha de pontos.

O tabuleiro fica lindo com as árvores plantadas.

Quando o sol termina sua rotação, um "ano" termina, e ao final de três anos o jogo acaba e além das fichas de pontos, os jogadores recebem um ponto para cada três pontos de sol não utilizados, e quem conseguir o maior somatório vence o jogo.

Photosyntesis é um jogo de regras simples, mas brilhante em toda sua concepção, pois ele consegue unir uma ideia original, muito bem implementada ao tema, visualmente lindo e num jogo que vai fazer você queimar sua cabeça para tentar dominá-lo.

Foi realmente uma surpresa muito boa e aposto que tem tudo para agradar dos jogadores casuais, aos mais cabeçudos.

Quando o próprio sol te ajuda a entender as regras.

Nenhum comentário: