Publicidade:

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Ludoteca Básica : Saboteur


Quando eu comecei no hobby em 2004 ele já estava lá, Saboteur foi o primeiro jogo que eu conheci onde todos trabalhavam juntos por um objetivo (cooperativos) mas em que alguém na mesa também poderia estar secretamente sabotando o jogo.

Eu lembro que jogávamos SEMPRE que o quorum da jogatina tinham mais de 5 cabeças (o que era bem comum) e durante alguns anos usei ele como porta de entrada para jogadores novatos e ele finalmente chega ao Brasil pela Paper Games e todos podem ter a sua cópia.

E aí, você vai ser um dos anões bonzinhos
ou um sabotador? Foto BGG.

Em Saboteur somos anões mineradores trabalhando para chegarmos as tão cobiçadas pepitas de ouro, mas existem sempre os anões "olho-grande" que querem o tesouro só para eles.

Na sua jogada você obrigatoriamente tem que baixar uma carta da mão, que pode ser um caminho para chegar até a pepita, ou uma cartinha de ação, que ajudam ou atrapalham nessas escavações.

Na sua mão, cartinhas de túnel e de ação. Foto BGG.

O barato do jogo é ficar prendendo os jogadores que você desconfia que estejam de trairagem com os anões bonzinhos, ou então, disfarçadamente ir impedindo que os bonzinhos cheguem ao seu objetivo e assim receber pepitas de ouro sozinho.

No final da campanha existem 3 cartas, uma com uma pepita e duas com carvão, os anões cooperadores ganham ao chegar ao ouro e os sabotadores ao fazerem os outros jogadores não conseguirem o ouro chegando ao carvão ou acabando o deck de cartas.

Dessa vez, os bonzinhos levaram a melhor,
mas nem sempre é assim. Foto BGG.

Saboteur é daqueles jogos que com certeza você vai jogar várias partidas, item obrigatório em qualquer coleção, pela facilidade das regras e pela quantidade de jogadores que pode agregar (até 10).

Ele demorou muito para chegar ao mercado brazuca, mas veio por uma editora que faz com qualidade seus card-games, e como já disse anteriormente e reforço agora, é Ludoteca Básica!

As vezes é preciso dar uma volta bem maior!

Nenhum comentário: