Publicidade:

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Anime Saga


Outro dia tive a oportunidade de jogar o protótipo do Anime Saga, novo jogo do Michael Alves (autor do Contária e do Zona Mágica) e que está com Financiamento Coletivo no ar.

Nele cada jogador é um herói único, com habilidades especiais que usando combos de cartas luta para enfrentar os Senhores das Trevas que se apresentam como se fosse uma série de televisão dividida em capítulos.

Como já disse, ele é um card-game com regras que apesar de ter detalhes aqui e ali, são facilmente assimiladas depois de uma ou duas rodadas.

Seu herói com características únicas e upgrades também únicos.

Na sua rodada o jogador pode realizar uma das seguintes ações : recuperar vida, comprar cartas, enfrentar o inimigo ou o desafio da vez ou jogar cartas de ação para receber seus efeitos.

Como muitos card-games, o jogo trabalha com combos, na hora de enfrentar um inimigo, jogar uma série de cartas que além de te dar pontos de Fama (que são o que define o ganhador da partida) também te ajudem de alguma outra forma é primordial.

As batalhas e resoluções de desafios são comuns aos jogadores, mas apesar disso, Anime Saga é um jogo competitivo, então você está sempre tentando ganhar mais fama que o coleguinha, para no final ser o herói mais famoso.

Fazer combinhos, a alma de muitos card-games.

Apesar do jogo já estar em financiamento, tem algumas coisinhas para serem corrigidas, achei a arte confusa, tudo muito colorido mas com design gráfico difícil de compreender, o manual (sempre ele) também precisa ser arrumado, mas o autor já disse que ele já está sendo arrumado por profissionais.

Enfim, Anime Saga é um joguinho casual que me surpreendeu positivamente, e que pode agradar jogadores casuais e a galera que quer um card-game leve mas com alguma estratégia envolvida.

Os inimigos vão aparecendo, e nós temos que derrotá-los.

Nenhum comentário: