Publicidade:

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Sonhando com Alice


Quarto jogo a ser lançado pela Histeria Games no mercado, Sonhando com Alice teve uma recepção muito mais fria do que seus três outros irmãos no início do financiamento coletivo, mas por que?

O jogo é uma "salada de pontos" muito bem amarradinha : são 6 áreas no tabuleiro, cada uma fazendo uma ação diferente e possibilitando a pontuar de forma diferente.

Na rodada, todos os jogadores rolam 6 dados e alocam nas áreas indicadas nas faces dos dados, à partir daí, na ordem da rodada, o jogador da vez escolhe uma das áreas e pega todos os dados que estiverem lá (até o limite de 6 da sua área de jogo) e faz a ação.

Visão geral do lindo tabuleiro e suas várias ações disponíveis.

Cada ação ajuda de uma determinada forma : andar na trilha da Coelho, na trilha da Lagarta, pontuar nos desafios da Alice, colocar soldados da Rainha, acionar as cartinhas do Gato ou do Chapeleiro.

O turno se desenvolve até que todos os jogadores tenho usado todos os 6 espaços a sua área de jogo, e assim que isso acontece um novo turno se inicia quando todos os dados são novamente rolados.

Sonhando com Alice pode terminar de algumas formas : quando o primeiro jogador fechar a trilha da Lagarta ou do Coelho, quando o primeiro jogador finalizar 5 desafios da Alice ou quando um jogador colocar seus 10 soldados da Rainha em jogo.

A ficha de cada jogador, seu objetivo secreto e o
desafio da Alice a ser cumprido.

Quando uma dessas condições é alcançada o turno termina e somam-se os pontos de vitória ganhos das diversas formas que o jogo oferece, e quem tiver mais ganha.

Por conta da arte fofa (com ilustrações lindas do Arthur Mask), os jogadores podem ter tido a impressão de que este seria um jogo mais bobinho, mas na verdade o Sonhando com Alice é uma experiência bem bacana num jogo leve mas que foge bastante do estigma de jogo infantil.

E para quem ainda está com receio por conta dos manuais anteriores da Histeria, o manual do Sonhando com Alice já está disponível na página do financiamento e está bem claro, com regras bem explicadas e exemplificadas.

O autor Daniel Alves no estande do Diversão Offline.

Um comentário:

Edgar Molas disse...

Carlos, bem legal o review. Agora respondendo sua pergunta sobre o porquê da recepção mais fria. Pessoalmente o que está matando é o preço do jogo. Assim que vi o gameplay eu pensei "putz quero muito esse jogo!", então fui ver o valor no Kickante 210 pilas!. Eu paguei 215 pelo Caçadores da Galáxia que vem recheado de conteúdo, enquanto esse jogo vem bem menos e custa 5 reais a menos! Para mim parece desproporcional, mas eu não entendo de custos. Os dados estão lindos então é possível que isso tenha custado bem caro.

Fora isso, a associação do valor com um jogo "leve" parece motivo de afastamento do público. Adicionalmente o jogo "leve" tem competidores mais em conta. O quartz e o dixit que apesar de terem uma pegada mais party saem em torno de 140. King of tokyo que é um jogo com boa dose de rolagem de dados sai por 160 ou menos. Existe ainda o nacional Space Cantina que usa uma mecânica semelhante de usar os dados rolados e saiu pelo mesmo preço, 210 reais. A diferença é que este aparenta ser um jogo menos "leve".

Outra impressão que tive é que o pessoal do Histeria pegando leve na divulgação se comparado com outros financiamentos coletivos que eles fizeram.

É uma pena que não seja para mim, mas provavelmente o jogo será financiado de qualquer forma. Ainda faltam 19 dias e tem o boost to fim do prazo que vão dar conta dos 25% restantes.