quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Space Cantina

Ontem tiver a oportunidade de jogar a versão mais recente de um dos próximos lançamentos da Ace Studios, trata-se do Space Cantina e é o segundo título a ser lançado do amigo Warny Marçano (autor do Sapotagem).

Pra começar vale dizer que a arte do jogo já está bem desenvolvida e está linda demais. Os personagens satirizando ícones da cultura geek estão praticamente todos lá e é sempre bem legal ir identificando eles durante a partida.

Visão geral do Space Cantina.

No jogo somos donos de lanchonetes espaciais e fazemos o máximo possível para melhor atender a demanda dos aliens, androides e robôs que aparecem e estão sempre com fome.

A mecânica básica do jogo é seleção de cartas e alocação de dados. No início de cada rodada temos uma rolagem de 9 dados a abertura de cartas de garçons e clientes e os jogadores vão se revezando na escolha do que mais precisam.

Na escolha das cartas, os garçons são usados para adquirirmos os ingredientes para os pratos, os clientes são os famintos que precisam ser atendidos, e os dados servem para dar o "trigger" nas cartas previamente selecionadas.

Gourmet Elétrico, minha lanchonete.

Temos um tabuleiro individual para colocarmos isso tudo, e um tabuleiro central onde contamos as rodadas, o avanço na trilha de satisfação de cada um dos três tipos de clientes, e o nosso avanço monetário (que ao final do jogo é quem decide o vencedor).

O jogo tem todos os elementos que eu gosto, e remete aos bons designs do mestre Stefan Feld, mas ainda tem coisas a serem ajustadas (as que mais me incomodaram foram questões com os clientes).

Algumas das diversas cartas de garçons do jogo.

O bom dessas jogatinas de experimentação é que o designer ouve o que pode ser mexido e melhorado e analisa o que realmente vale à pena ser modificado no jogo antes dele ir para o mercado e a insatisfação acabar sendo irreversível.

O Space Cantina tem tudo para ser um jogaço, está indo por um bom caminho e acredito que ainda esse ano tenhamos uma grata surpresa com o produto final dele.

Space Cantina em modo "lights off",
mesmo assim prestigiando o amigo Warny
.

2 comentários:

Lola disse...

Super inovador a temática. Bem arriscada tbm, achei corajoso ele mosturar comida, nave espacial, misturar mecânicas. Me deu incentivo de arriscar e acreditar mais nas minhas invenções.

Carlos "Cacá" disse...

Lola, arrisque sim, as coisas mais brilhantes as vezes saem das maiores misturebas... E se não der certo, tenta de novo! :D