Publicidade:

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Resenhas : Kayanak, Rhino Hero e Sushi GO!

Confesso que a próxima resenha dessa semana seria para o divertido CV, mas os amigos da On Board fizeram uma resenha ontem tão completinha do jogo que eu até desisti, mas como eu estou ainda com alguns jogos para mostrar para vocês, escolhi fazer uma resenha múltipla de jogos light.

O primeiro deles é o Kayanak, da HABA, é um jogo para até quatro pessoas, onde os jogadores são ursos que vão à pesca através do gelo para se alimentarem.

Tabuleiro divertido do Kayanak.

Como todos os jogos da HABA o jogo vai além. O tabuleiro é cheio de buracos que a gente vai furando (uma das ações possíveis) para, com o auxílio de uma varinha com um imã na ponta, podermos tentar a sorte na pesca de pequenas bilhas metálicas.

Ganha o jogo o "urso" que coletar 10 peixes primeiro. Jogo light, divertido para jogar com a criançada, mas que também funciona bem com os mais velho.

O próximo jogo, também é da HABA, e chama-se Rhino Hero. Esse é um card-game onde os jogadores tem cartas de telhado, e na sua jogada precisam descartá-las formando um prédio de cartas.

O prédio de cartas ainda no segundo andar.

O funcionamento é simples, existem cartas de andares que são dobradas ao meio e precisam seguir o padrão de colocação descrito nas cartas de telhado, uma vez que você coloca o andar, coloca um telhado e passa para o jogador seguinte.

Temos o meeple do Super Rhino que vai subindo os andares e é mais um fator de dificuldade na hora de formarmos o prédio.

Joguinho divertido, onde quem ganha é o jogador que se desfizer primeiro das cartas, ou no caso do prédio colapsar, o jogador que tiver menos cartas na mão.

Cartinhas fofas do Sushi Go. Foto BGG.

Para completar a trinca de jogos light para jogar com a família, o divertido Sushi Go. Um card-game de draft, com uma arte super "fofinha" onde vamos fazendo o nosso "prato" de comida japonesa durante três rodadas e vamos pontuando a cada rodada de acordo com as cartas que baixamos.

Jogo rapidinho, despretensioso e gostosinho, que além de divertir acaba dando uma fome danada.

Nenhum comentário: