Publicidade:

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Resenha : Tower


Num mar de jogos lançados pelo KickStarter, as vezes você tem boas surpresas mas outras vezes você acaba se arrependendo de ter pego um jogo no escuro, esse foi o caso do Tower.

No jogo somos arquitetos correndo atrás de recursos para conseguirmos antes dos nossos adversários construirmos os nossos três segmentos de torre.

O mercadinho central com arte caprichada.

A cada rodada começando indo atrás de recursos (sorteados), depois podemos ir às compras nos mercados, trocar bens ou ir ao mercado negro para conseguir cartas de ação.

O grande problema é que isso é repetido por várias rodadas, com pouca (ou nenhuma) interação entre os jogadores, tornando o jogo maçante e bem chatinho.

Mesmo com regras simples e componentes bonitos o Tower não desenvolve, então ele acaba não se encaixando nem na categoria de filler (por demorar demais) nem na categoria de jogo "sério".

Sua área de jogo com o que você precisa comprar.

Nenhum comentário: