Publicidade:

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Resenha (2.0) : Caçadores da Galáxia


Vou falar um pouco da minha segunda experiência com o Caçadores da Galáxia, próximo jogo da parceria Taberna do Dragão e Histeria Games criado pelo amigo Daniel Alves.

Já falei sobre ele aqui no blog em setembro, quando tive a oportunidade de jogar o protótipo ainda em evolução. Nesse domingo joguei a versão com 99,9% das regras prontas e resumindo em uma única palavra, o jogo é F#&@!!!!

Sinergia entre piloto e nave, uma das implementações.

Muita coisa foi mexida nesses três meses, e o que chegou de detalhes fez com que o jogo ficasse mais cheio de detalhes interessantes e muito mais belicoso.

O "core" ainda é o mesmo, um worker placement de naves e mech-warriors, que vão aos planetas para fazer comércio e ajudar com as invasões alienígenas.

Galáxia com cara de galáxia (pelo menos as que vemos em jogos).

A primeira regra nova que eu curti muito, foi a sinergia entre piloto e mech. Cada piloto vem com 3 habilidades especiais, mas apenas duas são ativadas, e isso depende do mech que ele vai dirigir.

Os planetas também mudaram muito, antes era um tabuleiro fixo, agora temos uma galáxia hexagonal onde entram planetas novos com as expansões que entrarão no financiamento.

Antes os mechs também ficavam meio paradões só indo catar alienígenas para as missões. Agora com os planetas podendo ser invadidos, eles tem a função de também proteger a galáxia, o que é mais uma forma de combate.

Mesão cheio de bits e várias informações a serem conferidas!

Outra coisa que aumentou foi a quantidade de rodadas, dá última vez o jogo acabou quando estava começando a ficar bom, agora não, você tem uma experiência completa, e mesmo assim quando ele acabou deu vontade de jogar mais!

Basicamente é isso, a única coisa que eu não gostei da nova versão do Caçadores da Galáxia foi ter que esperar fevereiro pra começar o financiamento e ainda ter que esperar um tempo pra receber o jogo EU QUERIA AGORA!

Nenhum comentário: