Publicidade:

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Resenha : Tash-Kalar : Arena of Legends


Em Tash-Kalar, os jogadores escolhem times para participarem de uma sangrenta luta numa arena onde só um deles será o vencedor. O "flavor" é esse, mas na verdade o jogo é um abstrato muito bacana e inovador.

Você tem no seu turno duas ações, que são baixar tokens na arena ou se os tokens já baixados formarem um determinado padrão, pode baixar uma carta especial que colocará um token mais forte em jogo e poderá tirar alguns do adversário (o que dão os pontos do jogo).

Uma visão geral do jogo com a arena, as cartas e o marcador de pontuação.

Tash-Kalar conta com duas formas de jogar distintas, uma que é basicamente um mata-mata e outra que tem cartas de objetivos à serem conquistadas.

Basicamente é uma corrida para os melhores padrões da sua mão e tentando evitar que seus adversários façam o padrão deles e evoluam suas peças, que ficam assim mais fortes e mais difíceis de serem eliminadas.

Zoom na arena onde os "guerreiros-tokens" lutam até a morte!

Eu gostei bastante do jogo, apesar de ser visualmente simples (embora com a arte das cartas bem caprichadas), ele agrada e traz uma mecânica muito interessante criada pelo mestre Vlaada Chvátil e acaba sendo um "board-puzzle" bem bacana.

Nenhum comentário: