Publicidade:

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Resenha : Selene - The Fantasy

Ontem rolou mais uma Gruta do Groo aqui no Rio, mas apesar de não poder ir, pedi gentilmente aos amigos que fizessem uma resenha do Selene - The Fantasy para que desse tempo do blog falar um pouco do jogo antes do fim do financiamento.


O Selene é um jogo nacional, desenvolvido pelo Klaus Maximilian, que está sendo financiado através do Catarse. Nele, a temática de fantasia medieval é aplicada a um jogo de combate de miniaturas, mais ou menos no estilo do D&D Miniatures, Star Wars Miniatures, World of Warcraft Miniatures, etc, ou seja, é um jogo de movimentação tática onde cada jogador controla um personagem que ganha pontos derrotando outros personagens do tabuleiro ou completando determinados objetivos (no caso do Selene, abrindo baús). 

Close no tabuleiro individual do Selene.

O jogo está muito bem ilustrado, o projeto gráfico está muito bonito, e percebe-se claramente que houve um investimento absurdo na produção dos protótipos para playtestes (como esse das fotos). O manual de regras ainda não está finalizado e tivemos alguma dificuldade por aqui, pois boa parte delas não consta no manual (tivemos que recorrer a vídeos da internet para começar a jogar). 

Visão geral do jogo.

Mas depois de entendidas as regras são simples e há poucas cartas para administrar, o que torna o jogo amigável até mesmo para os iniciantes. Basicamente, você pode mover o seu personagem e realizar mais uma ação (atacar, abrir os baús, realizar uma magia, etc), na ordem que desejar, passando então o turno para o jogador a sua esquerda. De resto, é mover-se de forma tática pelo tabuleiro, utilizar sabiamente suas magias, habilidades especiais e equipamentos, e tentar derrotas seus adversários ou abrir os baús existentes no tabuleiro. Cada uma dessas coisas fornece 1 ponto de vitória para o jogador, e vence aquele que obtiver 3 pontos de vitória primeiro. 

A miniatura que possivelmente virá no jogo e a sua versão do protótipo.

O jogo e as mecânicas são simples e o estilo "Combate de Miniaturas" ainda é bem pouco explorado no mercado nacional, ou seja, dois pontos positivos para o Selene. Uma boa pedida para quem curte esse estilo e prefere comprar jogos por aqui do que arriscar-se com as importações, taxas da alfândega, etc.

Post gentilmente escrito pelo Marcelo Groo

Nenhum comentário: