Publicidade:

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Abrindo a caixa do Clash of Cultures

Uma "tonelada" de pecinhas na caixa do Clash of Cultures.

No sábado recebi (finalmente) o meu presente do Secret Santa, mas apesar da demora quando abri a caixa e ví que era o Clash of Cultures fique bastante feliz.

O jogo, lançado pela Z-Man, é o segundo do Christian Marcussen e estava no topo na minha lista de desejos ainda na época dos primeiros esboços da arte.

Mais de 200 miniaturas divididas entre os 4 jogadores (mais os bárbaros).

O resultado final é impressionante, mais de 200 miniaturas, tiles de terreno, uma penca de cartinhas, tudo isso com a qualidade de produção que a Z-Man tem tido sempre nos seus lançamentos.

Já lí as regras e o Clash of Cultures é um jogo de civilização com algumas diferenças interessantes em relação aos seus "irmãos". A maior dela parece ser a questão da  influência cultural de um jogador na cidade do outro.

Os terrenos, as cartas e claro, os dadinhos de combate.

Agora é só colocar o jogo na mesa e ver se ele funciona tão bem quanto eu espero e se o Christian acertou a mão de novo (depois do ótimo Merchants and Marauders).

5 comentários:

Ubiratã de Oliveira disse...

JOGÃO...vai te apavorar...

Eduardusss disse...

Cara, este é um Senhor Jogo, muito bom mesmo! Suas partidas são demoradas, cerca de uma hora por jogador, mas está longe de ser moroso ou algo assim. É muito bem feito e tem vários detalhes. Na Ilha do Tabuleiro e no Redomanet você acha as regras em português.

vinny disse...

O problema é como comprar!

Fábio Braga disse...

Cara, onde vc consegui comprar esse jogo?

Carlos "Cacá" disse...

Então Fábio, esse eu ganhei no Secret Santa... Mas lá fora deve ter ainda na Cool Stuff..