Publicidade:

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Joga da independência com a galera

Galerinha começando os trabalhos do 7 de Setembro.

Sexta foi dia de reunir os amigos e comemorar o 7 de setembro com mais de 12 horas de jogatina regada a muito cachorro-quente, pizza e cerveja.

Como é de costume nas bagunças lá em casa, a tônica são os jogos mais farra, então tínhamos FITS, King of Tokyo, Jenga Max. Mas isso não impede de jogos como Drum Roll, Lords of Waterdeep, Ascending Empires e Kingsburg de verem mesa.

Lu, Bruno, Caldas e Warny jogando The Name of the Rose.

Conheci alguns jogos novos que vão merecer resenhas detalhadas como o Ascending Empires e o King of Tokyo, mas dois vou falar um pouco por aqui.

O primeiro chama-se Ab in die Tonne, e é um jogo tipo Tetris, onde temos que ir compactando o nosso lixo com o melhor aproveitamento de espaço, para isso temos um tabuleiro onde as pecinhas escorregam e vão se arrumando. Bem divertido.

Tentando arrumar meu lixo no Ab in die Tonne.

O outro é uma farra do Friedman Friese chamado Tadaaam! Nesse os jogadores tem que desenhar metade de uma figura, passar para o jogador ao lado desenhar a outra metade e depois os outros jogadores tentam descobrir qual é o desenho. Outra farra.

E foi isso, lá para uma da manhã os últimos moicanos terminaram uma partida de Gloria Mundi e demos por encerrada a festividade.

2 comentários:

Mosaico incompleto disse...

Então, joguei o nome da rosa pela primeira vez, Eu e a Diana. Achei que a coisa da acusação no final desequilibra muito... Não sei se é uma coisa do jogo de 2 pessoas ou se é assim mesmo com a mesa completa... Fiquei pensando se não seria melhor a acusação valer menos... Ao menos em uma mesa menor.

LuA disse...

Joguei apenas essa partida Mosaico e a vencedora teve 2 acusacoes e ainda assim ganhou... Acredito que essa punicao force o player a nao se entregar de jeito nenhum... Tente novamente com mais jogadores. Jogamos com 5 e recomendo!