sexta-feira, 15 de junho de 2012

De volta ao Calabouço

Ontem rolou uma jogatina nostálgica lá no Calabouço das Peças. Tem rolado uma joguinhas por lá a alguns meses, mas só ontem eu finalmente consegui ir matar a saudade de um dos primeiros points de jogatina aqui do Rio.

O lugar onde era o Calaba está interditado (entrou uma árvore teto adentro), mas a joga agora é muito mais sossegada na casa do Arthur com menos gente e com ar-condicionado (heheheh), mas as mesas continuam tão divertidas quanto na época dos croissants de chocolate.

 Thuderstone Advance, mais cartas na vila e um tabuleiro pra ajudar.

Quando eu cheguei o povo estava montando uma mesa do Thunderstone Advance, que nada mais é que o velho Thunderstone revisado e melhorado.

Jogamos em 5 jogadores e a partida foi bem maneira. O Arthur visivelmente era o líder em pontuação então a briga ficou pelo segundo lugar, quem levou foi o Luis comigo um ponto atrás, em quarto o Caunnê e em último o Leozão.

 Chegando ao Castelo Ravenloft já apanhando.

Depois disso o Carlos se juntou a galera e puxamos um Castle Ravenloft.

Esse é um dungeon crawler bonitão que a Wizards of the Coast lançou em 2010, eu tinha a maior curiosidade em jogá-lo e finalmente consegui.

 O jogo ia já avançando e neguinho ia morrendo.


O esquema dele é um jogo cooperativo de abrir salas, pipocar monstros, tomar porrada, bater em monstros até chegarmos no objetivo do cenário (no nosso caso era chegar até um cofre e pegar uma paradinha).

O lance é que pipoca monstro à rodo e os jogadores foram caindo como moscas (Leozão e eu fomos os primeiros, mas voltamos com os dois "saves"). Conseguimos chegar ao objetivo, e dedicamos nossa vitória ao Arthur e ao Luis que sucumbiram no caminho.

6 comentários:

André Zorzo disse...

Sucumbiram no caminho?

Se alguém morrer sem "saves" o jogo acaba e os jogadores perdem. Não é isso?

De qualquer forma, o jogo é bem bacana, joguei o Legend of Drizzt e também achei legal.

Abraço

Cacá disse...

fala André.. o lance é que depois de gastos os dois saves, se alguém morrer e for o turno dele novamente o jogo acaba, nós conseguimos vencer antes de virar o turno de um dos mortos... =D

Paulo Roberto disse...

Cara, apesar de jogar vários gêneros posso dizer que Dungeons & Dragons, é minha primeira paixão, não sei se o porque, talvez por que foi um dos meus primeiros jogos ou o cenário em si, mas o jogo é demais...

Alexander "Shamou" Costa disse...

Nem me chamaram...

Francine Barrionuevo disse...

Achei seu blog super interessante. Parabéns!! Gostaria que vc escrevesse mais sobre jogos para a mulekada pequena, meu filho tem cinco anos e eu adoro comprar jogos pra ele, mas é difícil decidir qual é mais adequado. Se puder me ajudar. obrigada. bjo

Cacá disse...

Oi Francine... Vou fazer mais resenhas para a mulecada... o meu pequeno também está com 5 e se amarra em jogar... =)