Publicidade:

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Resenha : Tahiti


Os amigos da Minion Games me mandaram os arquivos do seu mais recente projeto via Kickstarter, o jogo Tahiti. Então aproveitando que ontem era dia de Spaghetti levei o jogo lá e consegui jogar uma partida dele.

Em Tahiti os jogadores tem como objetivo recolher produtos nas ilhas vizinhas a sua para com isso montar grupos e pontuar mais que os outros.

 As primeiras ilhas, a foca substituiu a deusa Hamunea.

A mecânica é basicamente de pick-and-delivery com tile placement. Na sua rodada a primeira coisa a se fazer é andar com Hamunea, isso vai indicar a colocação do tile, depois disso rola um sorteio e preenchemos as ilhas com espaços vazios.

Feito isso os jogadores usam pontos de ação (que variam de 1 a 4) para se mover, pescar, recolher produtos e levar até a ilha natal.

Tabuleiro de cada jogador onde guardamos os bens.

Uma vez que todos os tiles de ilha são colocados no jogo, começa a fase onde as ilhas vazias vão recebendo fichas de exaustão, e quando apenas 4 ilhas ainda não tiverem sido exauridas o jogo termina.

A pontuação final é marcada no tabuleiro de cada jogador e varia em quantidade de coisas que você pegou, uma pontuação especial para 2 tipos específicos que você sorteia no início, grupos de todos os 5 produtos, e no final quem tem mais pontos ganha.

 O jogo já se encaminhando pro final, com as ilhas começando a se exaurir.

O Tahiti é bem simples de ensinar, rápido, e totalmente light. Com uma arte caprichada acho que pode ser uma boa opção para jogadores que estão começando ou que tem um grupo ainda não tão familiarizado com os jogos modernos.

Para quem se interessou ou quer saber um pouco mais, é só clicar aqui para acessar o projeto dele no Kickstarter.

Nenhum comentário: