terça-feira, 10 de abril de 2012

Resenha : Grand Cru



Como prometido na sexta-feira, hoje vou falar mais um pouco do Grand Cru. Nesse jogo somos viniculas competindo entre sí para mostrar e vender seus melhores vinhos e com isso pagarmos nosso investimento incial.

O jogo funciona em três fases distintas. A primeira fase são as ações proprimente ditas, podemos comprar uvas, mexer no preço do mercado, colher as uvas e vender os vinhos.


Visão geral do jogo. Tabuleiro central e dos jogadores. Foto BGG.

Passada essa primeira fase temos a exposição, onde os jogadores que venderam algum vinho ganham pontos de prestígio para gastar em ações extra que são boas para o decorrer do jogo.

Finalizando o turno os jogadores pagam as taxas devidas e se puderem começam a se ver livre dos empréstimos que são adquiridos durante o jogo.


Os tiles de vinhos e ações bonus que são sorteados. Foto BGG.

A partida termina quando o primeiro jogador não tem mais dívidas e aí fechamos a pontuação e quem tiver mais grana ganha.

Grand Cru é um jogo econômico muito bacana, com o tema bem amarradinho e boa dose de estratégia.

4 comentários:

Renata Palheiros disse...

a grande pergunta é: "Grand Cru" ou "Vinhos"? ainda não joguei o primeiro e adoro o segundo. Sei que são bem diferentes, mas quais as vantagens e desvantagens? bjks

Cacá disse...

Grande Rê... eu só joguei o Grand Cru, mas o que o povo fala é que o Vinhos é um jogo muito mais pesado do que o Grand Cru...

Acredito que ambos possam fazer parte da coleção, um para cada estilo de jogador...

Eu particularmente tendo a gostar dos jogos menos pesadões, mas fiquei super com vontade de jogar o Vinhos...

Renata Palheiros disse...

então vamos marcar de jogar os dois ^^

Paula disse...

Olá, faço parte da administração da loja rpg Taberna do Dragão. A loja conta com muitas opções de jogos de tabuleiro, venha conferir.