Publicidade:

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Resenha : YN



Como prometido vou começar a semana de resenhas pelo lançamento da Hidra Games, o YN.

Criação do designer Vince Vader é o segundo jogo na série dos Elementos, representando a terra os jogadores terão que arrumar suas cadeia de montanhas (dados) da melhor forma possível numa terra em formação.

O jogo funciona com os jogadores inicialmente criando um setup de dados que variam de 4 seguidos até apenas um dado, e cada um também recebe uma série de pequenas pedras que servem como forma de atrapalhar a colocação dos dados no tabuleiro.


Tabuleiro do YN durante o jogo. Foto BGG.

Em cada rodada um dos jogadores colocam uma das suas cordilheiras no tabuleiro à partir de uma previamente colocada, e após isso colocam uma das pedrinhas.

O jogo prossegue até que um dos jogadores coloque todos os seus dados no tabuleiro ou até que nenhum dos dois consiga mais colocar. Na primeira hipótese se o segundo jogador também conseguir colocar seus últimos dados os dois partilham a vitória, e no segundo caso quem tiver a menor quantidade de dados não colocados ganha.


Evento de lançamento na Ludus em SP. Foto BGG.

YN é um jogo inteligente, rápido (cada partida dura em média uns 20 minutos), com alta rejogabilidade e que vai agradar tanto aos jogadores mais pesados quanto ao povo que está começando no hobby.

Castelo das Peças de outubro


Não preciso nem falar que o evento estava cheio.

Sem aparecer no evento desde julho, esse sábado dei um pulo para rever os amigos e prestigiar o Castelo das Peças, capitaneado pelo Shamou.

Ao chegar percebi que o forte desse sábado foram as novidades recém chegadas de Essen. Tínhamos mesa com Small World Tunnels, Vanuatu, Last Will, Drum Roll, Trajan e obviamente as mesas de sempre com Catan, Stone Age e 7 Wonders.


Uma das novidades vindas de Essen, o Last Will.

O evento contou com a presença de mais de 60 pessoas durante todo o dia e mesmo coincidindo com o dia no Nhoque da Fortuna do Spoleto, ninguém sofreu com faltas de mesas.

Eu aproveitei para jogar uma das novidades, o excelente Dungeon Petz, e como estou em falta com resenhas prometo que essa vai ser uma semana especial, com uma resenha por dia dentre elas o do Petz, mas já adianto que o jogo é mais legal que o seu co-irmão Dungeon Lords.


O mercado central do Dungeon Petz.

Ainda deu tempo de jogar uma partidinha do Diamant para matar a saudade, mas depois disso tive que ir. Como sempre o Castelo contou com sorteios de jogos gentilmente cedidos pela GROW e com o apoio do Spoleto que atualmente é o Premier Sponsor dos eventos cariocas.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Quinta com novidades em casa

Ontem a casa tava cheia, presença dos amigos Warny e Rogério qua não apareciam a um tempão, e dos figurinhas fácil Fel, Groo, Rômulo, Márcio e Zé.

Começamos a noite ainda em três jogando um Asara. Joguinho divertido e rápido foi bom pra começar a noite. Final da partida Rômulo e Rogério empataram em primeiro e eu fiquei sozinho em último.


O tabuleiro centra do Asara, jogo bonito e divertido.

Depois disso com o quorum quase completo puxamos um divertido Fist of Dragonstones. Esse é um joguinho antigo de leilão e que a muito tempo não via mesa. Outra partida boa, nessa eu ganhei e os outros não (heheheh).

Todo mundo já por lá, tivemos que dividir as mesas. Márcio, Zé e Groo ficaram no Merchants of Middle Ages e eu, Fel e Warny jogamos a primeira novidade da noite, o Trajan.


O excelente Trajan ainda no início dos trabalhos.

Não vou me alongar muito no Trajan agora por que semana que vem tem resenha mais detalhada, mas vale dizer que o jogo é fantástico com mecânicas bacanas e cheio das decisões para tomar e planejamentos para fazer as coisas na ordem que você quer.

Partida onde não deu pra ver quem ia ganhar até a pontuação final onde o Fel ganhou por um ponto de diferença pro Warny e eu fiquei bem atrás em terceiro.


Muitos dados para alocar no YN.

Depois disso deu tempo de uma partida do YN com o Fel. Outra novidade que agradou, o jogo tem uma mecânica bacana, é rapidinho (não dura mais de 20 minutos) e tem uma rejogabilidade bem alta, que é um ponto positivo para os abstratos. Nessa partida eu ganhei.

Sábado tem Castelo das Peças (serviço do evento nesse link) e devem rolar outras mesas do Trajan e do YN pro povo conhecer, fora as outras novidades vindas de Essen.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Rapidinhas nessa quinta

— A Days of Wonder está sorteando duas expansões Ticket to Ride : Asia para aqueles que acompanham os caras no Facebook. Acessem e tentem a sorte.

— Essa sexta-feira (dia 28) a GROW e a Ludus Luderia vão fazer uma brincadeira super interessante utilizando a idéia do jogo Scotland Yard, veja mais detalhes no blog da Ludus.



— A Fantasy Flight e a Stronghold Games estão começando uma batalha para o lançamento do tão aguardado Merchants of Venus. A Fantasy saiu na frente registrando a posse da marca (comprada da Hasbro) na última sexta-feira, agora é aguardar o desdobramento.

— Ainda falando da Fantasy Flight, já está disponível para download as regras da nova expansão do Civilization, a Fame and Fortune. Ela esgotou em poucos minutos de Essen para terem uma idéia.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Brasil em Essen (parte 2)


Essen vista de cima. Foto Spiel Portugal.

Continuando a saga dos amigos Victor, Warny e Bruno pelas terras alemãs de Essen.

Sábado (22/10): Desde 5ª, a Spiel fica entulhada de gente e sábado seria o pior dia. Por isso, nós (Eu, Warny, Daniel, Bruno e o Rafael "Cylon" que mora na França e apareceu na 6ª) decidimos não ir à feira e pegamos um trem para Colônia (Koln) para ver a mega catedral e outras atrações dessa cidade mais cosmopolita (Essen é um ovo de codorna). E sim, a Catedral de Colonia merece ser visitada.

Aproveitamos para almoçar por lá (eu não bebo, mas a cerveja alemã é foda) e fazer mais programas nerds, como vasculhar uma mega loja de Cds e eletrônicos (Saturn) e visitar uma loja da Lego.


Estande da Fragor, tudo aquilo ao fundo ESGOTADO! Foto Spiel Portugal.

Domingo (22/10): O dia da xepa da feira. Pudemos conferir os stands de jogos usados mais uma vez (Warny e Daniel sentiam dificuldade em resistir às promoções enquanto eu não podia por espaço na mala) e bater papo. O engraçado é que uma das atrações da feira - sentar nas mesas pra jogar - não fizemos (digo, eu o fiz para conhecer o Bios Megafauna do Phil Eklund e ouvi uma parte das explicações do Casus Belli do McGerdts e o Blockade Runner da Numbskull games). No hotel do Daniel (Ibis), tinha varias mesas de jogo no hall para aqueles que queriam esticar a joga pós Spiel. No meu hotel isto também ocorreu, mas em menor número.


Oportunidade de sentar e jogar nas várias mesas. Foto Spiel Portugal.

Na tarde deste dia, todos estavam com aquela sensação de dever mais do que cumprido em curtir o evento e sem nenhuma necessidade de procurar jogos adicionais. Eu e Warny nos despedimos do pessoal (que viajariam no dia seguinte) e pegamos o voo de volta pro Brasil.

Após pegarmos um vôo lotado e comemorarmos em silencio a liberação da alfândega, chegamos ao Brasil. Agora só falta ler as dezenas de manuais para as jogas dos proximos meses.


Estande dos amigos da MESA Boardgames. Foto Spiel Portugal.

RESUMINDO: VALE A PENA! Foi absurdamente fantástico! Esse ano em particular teve uma quantidade de lançamentos especialmente boa e não deixo de recomendar essa viagem para quem puder fazer a peregrinação a Meca dos Tabuleiros.

Enfim, uma puta viagem!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Abrindo a caixa : YN

Ontem eu recebi minha cópia autografada do jogo YN (já falado por aqui no blog algumas vezes). De autoria do amigo Vince Vader, com arte do também amigo Marcelo Bissoli e lançado pela Hidra Games esse é o segundo na série Elementos.


Já está com o "irmão" na coleção. Caixas no mesmo padrão.

Como no seu "irmão" AERO a produção está super caprichada, a caixa bem rígida, manual com papel de boa gramatura e totalmente colorido.

O tabuleiro segue o mesmo padrão também, todo em acrílico transparente com adesivo por cima onde fica o desenho propriamente dito.


Caixa aberta e todos os seus componentes.

Se no AERO tínhamos os aneis de acrílico, no YN temos 42 (!) dados e 30 marcadores que são pedrinhas de hematita, o que dá ao jogo um destaque à mais.

Hoje vou ler as regras e chamar a patroa e o irmão para jogarem, e certamente na joga de quinta-feira vai rolar uma mesa dele (além das novidades de Essen).


Componentes separadinhos. Dados, tabuleiro, pedrinhas e manual.

Brasil em Essen (parte 1)

Esse é um diário de bordo feito pelo amigo Victor Caminha que foi a Spiel desse ano em Essen e nos conta como foram os dias dos sonhos de qualquer gamer.

4ª feira (19/10): Chegada em Essen, dia fechado para o publico em geral. Eu, Warny e Bruno conseguimos entrar graças ao Jorg, um alemão que esteve no Spaghetti/Castelo das Peças em maio deste ano. Infelizmente, por regra não eram vendidos jogos nesses dia, mas conseguimos comprar o Trajan e o MIL. Volta pro Hotel, obtenção dos tickets dos 4 dias (vale muito a pena comprar adiantado!).


Uma geral de Essen. Foto Spiel Portugal.

Encontramos o Renato Silva da Galapagos Jogos na entrada do Hotel e combinamos nos encontrar no dia seguinte.

5ª feira (20/10): O dia mais louco de um boardgamer. Nós fomos, mas não acompanhamos a Spiel nesse dia. Sério, estavamos ocupados demais correndo e comprando os jogos em cada stand que marcamos no mapa dos halls e ainda assim não conseguimos obter alguns jogos por eles terem acabado antes mesmo da primeira hora da Spiel (No caso, a expansão do Civilization e o Panic Station para o Warny).


Vários lançamentos é só escolher. Foto Spiel Portugal.

DICA: Quando forem a Spiel, recomendo fortemente que acompanhem obsessivamente o BGG para verificar lançamentos, analisar regras (especialmente se será em inglês ou se será independente de idioma), descobrir se aquela editora (ou representante) estará em Essen e em que stand. E muito importante: FAÇAM PRÉ-ORDERS! Um pré-order pode ser a diferença de você poder obter um jogo ou não (como consegui no caso do Eclipse e do Poseidon's Kingdom).


Chance de conhecer os autores (como Wolfgang Kramer). Foto Spiel Portugal.

Nesta correria, cada um de nós carregava uma mala vazia e enorme para colocar os jogos. Teve uma hora que eu estava com a mala cheia, além de 5 sacolas – hora de voltar ao hotel, depositar o saque e depois retornar com a mala vazia para comprar mais jogos. Nesse dia encontramos o Daniel Espinola de Brasilia, além do Renato da Galapagos, que dedicou-se a fazer reuniões com representantes de outras editoras. Ao chegarmos ao Hotel, uma maratona de 8 horas (de 21h até 5 da manhã) para destacar as peças dos frames, jogar insert fora e rearrumar o espaço nas malas para podermos comprar mais jogos no dia seguinte, mas em um dia obtivemos 90% dos jogos que queríamos.


Reedições super aguardadas. Foto Spiel Portugal.

6ª Feira (21/10): O dia para apreciar Essen. Foi um alivio poder andar pela convenção sem pressa, podendo conversar com designers (McGertds, Vlaada, Gil Orey, Phil Eklund, Rosemberg) e beber uma garrafa de Agrico-lava. Isso sem falar nos vários stands de jogos usados com muitas promoções (Neuland a 5 euros, Pueblo a 24 euros, muitos jogos em alemão a preço ridiculo, como um Rise of Empires a 10 euros!). Nesse dia e no domingo pude obter a maioria dos promos e aproveitei para conversar com o Seth da Mayday (que fala portugues com boa fluência, por acaso). Infelizmente, não conseguimos encontrar os lusos Nuno Sentieiro e Paulo Soledade da MESAboardgames, embora o Warny tenha encontrado o Philippe da Runadrake. Para quem quer ver algo além de tabuleiros, a feira tem um stand de jogos eletronicos, um hall dedicado a comics e parafernálias medievais para os interessados. De noite, saimos para jantar. E quem diria, os alemães não conhecem bem o conceito de "água mineral sem gás". E recomendo cuidado para quem não gosta de comida apimentada ou curry.

Promoção : YN



E aí galera, quer ganhar um jogo YN autografado pelo autor??? Então é molezinha, o blog Game Analyticz (do Vince Vader) está com uma promoção "supimpa".

Corre lá no blog do cara, dá uma olhada nas regras e torça para sua frase ser escolhida. Boa sorte para todos os participantes.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Por uma sexta mais informada... Notinhas!

— Como já foi dito por aqui algumas vezes, está rolando em Essen esses dias a Spiel '11, a maior feira de jogos do mundo, e pra ficar inteirado algumas dicas :

• Quer ver fotos?? O site Tric-Trac está com mais de 600 já disponíveis.



• Quer saber mais sobre os lançamentos?? Uma dica á acompanhar os streamings do pessoal do BoardGameGeek.

• Quer notícias?? O W. Eric Martin (do extinto Boardgame News) está com postagens diretas da feira, é só acompanhar.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Expansão grátis do Catan

O grande Klaus Teuber acaba de disponibilizar para download a expansão Catan Scenarios: Oil Springs para ser impressa e se você jogar, tirar fotos e divulgar quem sabe você possa ter uma cópia para você!!



Nessa expansão os colonos da ilha de Catan acharam petróleo e os seus engenheiros conseguiram descobrir como transformar esse precioso produto em novos bens, até mesmo crescendo suas cidades.

Mas o petróleo é um reurso escasso, e a má utilização dele pode gerar uma série de males ao meio-ambiente e a população da ilha.



Partindo dessa premissa a expansão está aqui pronta para ser baixada, impressa e integrada ao seu Catan, e o que é melhor, como ele utiliza as ilustrações da quarta edição, elas são compatíveis com a versão nacional lançada pela GROW.

E como eu disse anteriormente, o site promete enviar uma cópia da expansão impressa para aqueles que mandarem fotos de jogatinas utilizando a expansão e/ou postarem essa novidade em blogs de jogos, tá esperando o que???

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Bomba! Bomba! no Cacábouço

Ontem rolou uma jogatina light bem boa lá em casa. Começamos com uma mesa de 7 Wonders com as presenças do Shamou, Groo, Fel, Bobby e Quico.

Jogamos com os líderes e eu saí com uns beeeem ruins, e no final do draft só estava com porcaria na mão. Não que isso tenha sido determinante no meu jogo, mas serviu para meu jogo ficar bem abaixo do habitual.


Minha área no 7 Wonders, bem fraquinha.


Já o Fel pegou o líder que permite baixar as cartas roxas grátis, esse realmente é o mais forte e fez com que ele ganhasse com uma diferença bem grande em relação aos outros.

Depois disso o Quico voltou pra casa e jogamos uma partida do The Manhattan Project.

Usamos a mini-expansão das nações que dá uma dinâmica interessante ao jogo, com cada um tendo um prédio com um poder especial. Eu (de Rússia), o Bobby (de Alemanha) e o Shamou (de USA) usamos bastante o nosso.


O tabuleiro central do The Manhattan Project.

O Fel (de Inglaterra) estava naqueles dias em que tudo dá certo, e mesmo com a possibilidade de bombardeios (que acabaram não acontecendo) ele conseguiu fazer duas bombas de urânio que garantiram a vitória, comigo em segundo, Groo (de França) em terceiro, Bobby e Shamou não chegaram a construir nenhuma bomba.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Lançamento nacional do YN



Vai acontecer nesse domingo das 11h às 16h (domingo, dia 23) na Ludus Luderia e à partir das 16h na Funbox, o lançamento oficial do jogo YN.

Segundo jogo da série 4 Elementos da Hidra Games (o primeiro foi o já resenhado por aqui AERO), esse tem como autor o amigo blogueiro Vince Vader (do Game Analitycz).


Olha só quem já tem uma cópia do jogo. Foto Vince Vader.

O jogo tem componentes de primeira linha (tabuleiro de acrílico e mais de 40 dados) e novamente a arte caprichada do amigo Marcelo Bissoli.

Sobre o jogo, ele é um abstrato para duas pessoas, que tem o tema da terra, e remete a história da formação das montanhas.


Arte mais uma vez caprichada.

Ao longo da partida, os jogadores vão formando uma bonita composição sobre o tabuleiro, com dados pretos, vermelhos e pedras de hematita, em um tabuleiro de lava.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Hasbro e a família jogando junta

A Hasbro nesse pouco tempo de Brasil tem feito de tudo para revolucionar o mercado, seja com lançamentos, seja indiretamente fazendo as concorrentes que estavam estagnadas começarem a mostrar alguma coisa nova ao mercado.



Por isso campanhas como a atual Hasbro Família Joga Junto só mostram o como é importante essa proximidade dos jogos com a família.

Esse fim-de-semana recebi, como divulgação, o novo The Game of LIFE : Aventuras (nas versões tabuleiro e cartas). A versão de tabuleiro serviu de presente para minha sobrinha, mas o meu muleque fez questão de abrir o jogo de cartas.


Arthur posando com as caixas novas.

O resultado? Jogamos praticamente o fim-de-semana todo. Com poucas alterações nas regras (uma vez que ele ainda não sabe ler) o jogo funcionou super bem e nos divertimos pra caramba.

Acho que campanhas como essas DEVEM ser imitadas pelas outras marcas, assim faremos com que nossos filhos e seus colegas curtam muito mais esses momentos de interação e tomem gosto pelos jogos de tabuleiro, que nós jogamos tanto.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Chaos no Cacábouço


E aí, algum problema???

Ontem rolou uma partidinha épica de Chaos in the Old World lá em casa. Numa mesa com 5 jogadores deu para estrear a expansão Horned Rat.

Na mesa o Camilo de Khorne, Fel de Nurgle, Márcio de Tzeentch, Rômulo de Slaanesh e eu com os Ratos Chifrudos começamos a partida logo com vários territórios em conflito.


O Velho Mundo ainda pouco povoado pelas hordas.

Uma das coisas maneira do jogo com 5 é que o mapa fica bem mais apertado, e a porrada acaba comendo solta, o que é uma boa pro Khorne, mas mesmo o Camilo pancando geral ele não conseguia avançar os dois espaços sempre no dial.

Ainda não saquei muito qual a melhor forma dos ratos ganharem o jogo, apesar de ter feito uma pontuação bem boa e estar com o dial rodando relativamente bem, ainda não foi dessa vez.


Porrada estancando pelos territórios.

O jogo então ficou entre o Márcio e o Fel. O jogo terminou pelos 5 territórios arruinados e embora o Márcio estivesse na frente da pontuação praticamente o jogo todo, o Fel acabou levando com uma diferença de 5 ou 6 pontos, comigo em terceiro e Rômulo e Camilo em quarto empatados.

Combinamos de jogar ele novamente semana que vem pois no início da partida tivemos algums errinhos de regra e o povo quer "saborear" melhor esse que é um jogão.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Semana cheia... de trabalho (notinhas dos amigos)

Quando a gente não tem nem tempo de pensar em matéria o lance é dar aquela moralzinha pros amigos.

— No blog dos Desbussolados tem uma matéria bem bacana sobre a maior feira de jogos, que vai acontecer esse mês em Essen, a Internationale Spieltage SPIEL.



— Ainda falando da Spiel 2011, no blog JogoEu tem uma lista (bem maior que a minha) das coisas que Essen vai trazer para o mercado e quanto isso pode doer no nosso bolso.

— Pra terminar o blog da Ludus fez uma resenha do ótimo Age of Steam.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Jogatina com novidades

Ontem foi dia de jogatina lá em casa e tivemos duas estreias na casa. Na minha mesa (com Zé e Márcio) um Manhattan Project e na mesa com Groo, LePe, Fel e Zombie um Blood Bowl Team Manager.


As cartinhas do Blood Bowl Team Manager.

Como tinha falado no início da semana, o Manhattan Project é um jogo de work-placement onde somos nações na corrida para construção de bombas nucleares.

Ele tem umas paradas bem interessantes como travar os workers, espionagem para poder usar os prédios no tabuleiro dos adversário e apesar de nem termos usado, tem os bombardeios nos prédios dos adversários para dar uma travada.


Tabuleiro individual e os prédios no Manhattan Project.

O jogo é bem flúido e a partida deve ter durado pouco mais de uma hora e meia com vitória do Márcio, comigo em segundo e o Zé em terceiro.

Enquanto na outra mesa a partida do Blood Bowl ainda tava rolando, puxamos um Nexus Ops que o Márcio ainda não conhecia.


O Nexus Ops ainda no comecinho.

Outra partida bem boa desse joguinho que eu gosto muito. Ficou tudo muito equilibrado, mas o Márcio pegou muitos objetivos brancos e acabou fechando os 12 pontos primeiro, comigo novamente em segundo com 10 e o Zé em terceiro com 9.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Semana cheia de Novidades

Tem semanas em que o blog fica devagar e quase não tem atualização, mas essa semana a coisa foi animada, então vamos aos destaques dos últimos dias.

— A Days of Wonder anunciou seu brinde para Essen esse ano, o Small World Tunnels. São meia dúzia de tokens mas que trazem interação entre os dois mapas, o do jogo original e o do Underground. Eu quero!

— Saiu essa semana a oitava edição da revista digital Ludo Brasil Magazine. Nessa edição, além das resenhas e informações de sempre tem também os vencedores do Ludo Award 2011.



— Já estão definidos os finalistas do Golden Geek Award, todos que tem conta no site BoardGameGeek podem ir lá e votar.

— Para quem curte jogos print-and-play, imaginem um de guerra com caixas de fósforo (?!?!). Pois é, essa é a premissa do interessante War Galley. Baixem as regras e "assaltem" a cozinha de casa.

— Para fechar, mas uma vídeo resenha dos amigos Pedro e Mari. Dessa vez eles fazem um passo-a-passo do Agricola. Pra quem não conhece uma puta ajuda, pra quem conhece vale o vídeo.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

SPJAM 2011 : Uma maratona de criação de Jogos



Vai acontecer nos dias 18 a 26 de novembro a primeira maratona de criação de jogos, a SPJAM. O objetivo do evento é reunir pessoas interessadas em gamedesign para em 48h criarem jogos para mídias digial e analógica.

Uma galera de peso está colaborando na área dos analógicos (sejam jogos de tabuleiro, card-games ou RPG's), temos os amigos da FunBox, Ludus, Hidra Games, Ceilikan e Galápagos.



Toda a estrutura está sendo montada para que o evento seja um sucesso, e o mais bacana é que todo mundo pode participar, basta se inscrever até o dia 16 de novembro pelo site e obviamente estar em São Paulo nos dias dos evento.

Nós do E aí, tem jogo? torcemos para o evento ser o primeiro de muitos.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Imprima e Monte : The Manhattan Project



Uma coisa bem maneira do BoardGameGeek é a chance de algumas fabricantes pequenas poderem disponibilizar seus jogos para download e você poder montá-los em casa, isso ajuda na divulgação do hobby e principalmente, ajuda pra quem tá sem grana.

A Minion Games costuma vender seus jogos apenas no formato print-and-play, e agora com um maior conhecimento dos sites de crowdfunding tem se aventurado a tirá-los do papel.


Cartas, tabuleiros individuais e tabuleiro central impressos.

Essa semana convesei com eles que me liberaram os arquivos do jogo The Manhattan Project que conseguiu grana para sair do papel mas antes de comprar a versão finalizada imprimi para ver se vale realmente a pena.

Um coisa posso falar logo de cara, a arte está de primeira. Esse é um jogo de work-placement onde os jogadores tem que desenvolver o melhor programa nuclear e ainda podem sair bombardeando os adversários.


Os workers já devidamente colados no paraná.

Vou terminar de montar o jogo pra ver se dá tempo de jogá-lo ainda essa semana, mas uma passada rápida de olho nas regras dão a impressão de ser um jogo bem bacaninha.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Prêmio JoTa : Os vencedores

Sairam os grandes vencedores do 4º prêmio JoTa, pela terceira vez o blog ganhou na categoria de Melhor Canal Eletrônico em Português, dessa vez levando na escolha da crítica enquanto o público escolheu os "patrícios" do Dream With Boardgames.

Gostaria de agradecer aos amigos que votaram na gente, é sempre um incentivo para continuarmos cada vez mais a trazer novidades, entrevistas, promoções e reports dos eventos e jogatinas que rolam por aqui no Rio e nos outros estados.



Nos jogos o grande vencedor foi o já super consagrado 7 Wonders que levou nas categorias Jogo Leve, Jogo de Cartas e Arte, agora os outros vencedores.

PRÊMIO DA CRÍTICA

Melhor Jogo Pesado: TROYES / Melhor Jogo Leve: 7 WONDERS / Melhor Jogo para 2 Pessoas: BATTLE OF WESTEROS / Melhor Jogo de Cartas: 7 WONDERS / Melhor Jogo com Guerra: BATTLE OF WESTEROS / Melhor Arte: 7 WONDERS / Melhor Jogo Lançado no Brasil: RECICLE : TEMPOS DE CRISE (Bico de Lacre) / Melhor Iniciativa: FUNBOX / Melhor Canal Eletrônico em Português: E AÍ, TEM JOGO? / Melhor Canal Eletrônico Internacional: BoardGameGeek

PRÊMIO DO PÚBLICO

Melhor Jogo Pesado: SID MEYERS CIVILIZATION / Melhor Jogo Leve: 7 WONDERS / Melhor Jogo para 2 Pessoas: BATTLE OF WESTEROS / Melhor Jogo de Cartas: 7 WONDERS / Melhor Jogo com Guerra: BATTLE OF WESTEROS / Melhor Arte: ISLA DORADA / Melhor Jogo Lançado no Brasil: SAMURAI (Ceilikan) / Melhor Iniciativa: FUNBOX / Melhor Canal Eletrônico em Português: DREAM WITH BOARDGAMES / Melhor Canal Eletrônico Internacional: BoardGameGeek