Publicidade:

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Resenha : Fürstenfeld



Para terminar a semana de resenhas, vamos a um joguinho da safra obscura do Friedmann Friese, o Fürstenfeld.

Nesse joguinho somos produtores vendendo materia prima para as cervejarias locais, com isso vamos conquistando grana suficiente para alcançarmos o nosso maior sonho : construir um palácio.


Tabuleiro central com as cervejarias e os preços que variam.

No jogo temos dois tabuleiros distintos, o central mostra o mercado com as cervejarias e as cotações dos três produtos que nós vendemos no jogo e que variam de rodada a rodada conforme a demanda. E o tabuleiro de cada jogador, onde vamos construindo os prédios e posteriormente as partes do palácio.

Uma das coisas bacanas no jogo é a questão dos prédios. É uma espécie de deck-building diferente, na sua jogada você começa com 4 cartas, pode construir até duas, mantém uma para próxima rodada, o que sobrar coloca no final do deck na ordem que você quiser, isso faz com que você tenha algum controle em quando as partes do palácio irão aparecer.


O terreno de cada jogador esperando pelo tão sonhado palácio.

Outro aspecto bacana do jogo é que você só tem 6 áreas para construir, então conforme você vai construindo o palácio (que não tem poder especial nenhum), menos áreas você tem para prédios importantes, isso vai deixando seu jogo mais apertado.

No final o Fürstenfeld é um jogo bastante interessante, o único "problema" dele é que depois da partida de tanto você ficar alimentando a indústria cervejeira, dificilmente você vai deixar de tomar a sua geladinha (heheheh).

Nenhum comentário: