Publicidade:

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Lembra desse? Scotland Yard



Lançado originalmente em 75 com o nome de 221B Baker Street, o Scotland Yard chegou ao Brasil pela GROW nos anos 80 e foi sucesso imediato.

Esse é um jogo onde cada jogador represente investigadores da famosa polícia inglesa recolhendo pistas para ajudar ao grande Sherlock Holmes a resolver os 20 casos que vinham nas primeiras versões do jogo.


Os primeiros tabuleiros da versão da GROW.

Parte da diversão era justamente solucionar os quebra-cabeças de textos para descobrir o motivo, o assassino, a arma utilizados nos casos, e obviamente a corrida que era chegar na sede da Scotland Yard antes dos outros adversários para solucionar o caso.

Se hoje falamos tanto de rejogabilidade, naquela época isso também era uma coisa que incomodava, tanto que anos mais tarde sairia a versão (que ficou até hoje) com 120 casos, o que garantiu novas aventuras para os jogadores.


Os mais novos são assim.

Com certeza se você foi criança nos anos 80 e 90 jogou pelo menos uma partida desse jogo tão divertido que ainda hoje (com a GROW preparando uma versão de luxo) agrada aos que estão começando nos jogos de tabuleiro e ainda não conhecem os jogos importados.

6 comentários:

jp_limac disse...

Joguinho bacana. Mas um tabuleiro modular, nexo entre a pista encontrada e o local procurado e enigmas ao invés de adivinhas com jogo de palavras deixariam o game incrivelmente mais bacana.

Agora medida, em que consiste a edição de luxo? Algum detalhe que possa ser revelado?

Cacá disse...

Grande JP... Pelo que eu ví na ABRIN nada demais, apenas uma repaginada no visual, mas ainda os mesmos 120 casos... hehehehhe...

jp_limac disse...

Então, infelizmente, perderam uma grande oportunidade de inovar...:(

Wicttor Picanço disse...

Pois é, são sempre os mesmo 120 casos...

Minha noiva ganhou um há pouco mais de 2 anos, e gosto muito do jogo, mas as pistas em sua maioria são de ligar palavras sem sentido e tentar fazer ligações malucas entre os casos.

Acho que o jogo tem potencial, mas falta inovar, falta ampliar os horizontes do jogo.

Já pensei até em fazer um módulo extra com novos casos e lançar em pdf. Quem sabe agora eu não faço?

Cacá disse...

Fala Wicttor... Pô, um novo módulo de pistas e casos ia ser muito bacana mesmo, daria para incluir umas sacadas mais "modernosas" no jogo...

Tipo coletar evidências físicas (cartas, cubos, sei lá)... De qlq forma é um jogo bem bacana...

Ruan disse...

Acabei de comprar a ultima versão do jogo... Mesma coisa de sempre! Wicttor, se tiver feito esse PDF, me manda ;)