Publicidade:

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Resenha : Norenberc



Esse último Castelo tive a oportunidade de conhecer mais um jogo da safra de Essen'10, dessa vez quem viu mesa foi o Norenberc.

Nesse jogo somos mercadores ambiciosos tentando ganhar o máximo possível de influência junto aos comerciantes, quem conseguir maior influência pelos vários tipos de comércio ganha o jogo.


Visão geral do jogo com seus prédios. Foto BGG.

O jogo funciona da seguinte forma, temos X estabelecimentos que formam o mercado (via de regra são o número de jogares mais um), nesses estabelecimentos durante a rodada podemos comprar produtos, vender produtos ou contratar os profissionais que estiverem disponíveis.

Para isso contamos com uma quantidade de meeples e secretamente escolhemos para quais estabelecimentos eles vão na rodada. Podemos mandar todos de um vez, ou "pingadinho".


Os seis tipos diferentes de produtos e seus "coiseeples". Foto BGG.

Um dos grandes baratos do jogo é essa tomada de decisão, que pode as vezes fazer com que você tenha as melhores escolhas ou que você só fique com a "xepa".

Depois de quatro rodada contamos as nossas influências conseguidas e quem tiver mais (nesse ponto rolam tb umas pontuações de set-collection interessantes) é o grande vencedor.

O autor, Andreas Steding, vem credenciado pelo laureado Hansa Teutonica, e esse jogo não deixa a peteca cair para o lado dele, Norenberc mostra-se um jogo muito interessante, com bastante interação e divertido de se jogar.

2 comentários:

Felipe disse...

Aguardando um resenha do Tikal II, com um comparativo Tikal x Tikal II. Ótimo blog, parabéns. Sou leitor assíduo.

Cacá disse...

Fala Felipe...

Vou ver se solto uma resenha dele essa semana então... Mas já adianto que é um jogo muuuuito bacana...

Abraços...