terça-feira, 30 de março de 2010

Entrevista : Michael Schacht (parte 2)

Taí a parte final da entrevista com o Michael Schacht, onde ele fala do Zooloretto e do seu mais novo (re)lançamento, o Industry. Divirtam-se.

EatJ?: Seu próximo lançamento, o Industry, é na verdade uma releitura do Industria. O que podemos esperar de mudanças nesse novo título.

EatJ?: Your next release – Industry, is actually a reimplementation of Industria. What changes can we expect on this new release?


A capa do próximo lançamento, o Industry. Foto BGG.

MS: O jogo tem, por exemplo, um layout novo do tabuleiro, os tiles de bônus estão integrados e as trilhas levam direto as fábricas conectadas. Isso torna o jogo mais orgânico. Não há mais texto no tabuleiro.

Com as cartas das fileiras distribuídas aleatoriamente, fica fixo o que será leiloado. Então os tiles de fábrica, desenvolvimento e outros não são mais necessários.

As valências são trocadas, por exemplo, as cartas coringa são mais valiosas, o que torna as ofertas do leilão mais compatíveis. O mecanismo de leilão em si mudou um pouco. Se o leiloeiro ficar com algo para si, ele tem que pagar e o dinheiro é distribuído para os demais jogadores. O nível do lance pode influenciar quanto dinheiro outro jogador recebe nesse caso. O sistema de bônus foi expandido. Agora você pode marcar mais pontos com eles, e pode inclusive jogar especialmente para eles. Com três jogadores você joga todas as eras.

No geral eu estou muito satisfeito com o resultado e ansioso pelo design gráfico final que esta sendo feito no presente momento.


Protótipo do Industry sendo jogado pelo autor em Portugal. Foto BGG.

MS: The game has a new board layout, f. e. the bonus tiles are integrated now and the tracks lead directly to the connected factories. That makes it more organic. There is no text anymore on the board. With randomly distributed row cards it is fixed what will be auctioned. So, the factory-, development- and other tiles are not needed anymore. The valencies are changed f. e. the "joker"-cards are more valuable, that make the auction offers more compareable. The auction mechanism itself is slightly changed. If the auctioneer takes something for himself he has to pay now and the money gets distributed to the following players. With the height of a bid it may be influenced how much money another player gets in that case. The bonus system is expanded. Now you can make more points with that, you can play especially on that. With three players you play the full number of eras. Overall i am very happy with the result and i’m looking forward on the completed graphical design that gets made at the moment.

EatJ?: Atualmente o que você tem jogado e quais os seus jogos preferidos no momento?

EatJ?: Do you like (and have the time) to play games? Which are your favorite games at this time?

MS: No meu grupo de teste, nos jogamos na maior parte jogos de outros – jogar somente protótipos seria muito chato. Então se eu participo, eu posso jogar jogos recentes, o que é muito útil para uma visão geral, e claro é divertido. Quando viajo para convenções, há também boas oportunidades para se jogar. Dos últimos jogos eu realmente gostei do Le Havre (para dois), Endeavour (para quatro), Stone Age, Tinners Trail, Roll through the Ages e Jamaica.


Hansa, um dos primeiros "euros" que eu conheci,
criação do Michael Schacht. Foto BGG.


MS: In my test groups we play mostly games of others - only prototypes would be too boring. So, if i join i can play some of the actual games which is helpful for the overview, and is of course fun. When travelling to conventions there is always a good chance to play. The latest games i really liked were Le Havre (for two), Endeavour (for four), Stone Age, Tinners Trail, Roll through the Ages and Jamaica.

EatJ?: O Zooloretto é um sucesso que rendeu várias mini-expansões especiais (como o Iberian Lynx), você pensa em lançar outros bichos, talvez focando em animais em perigo de extinção?

EatJ?: Zooloretto is a big hit that generated many special mini-expansions (like the Iberian Lynx), do you have thoughts about releasing other animals, maybe focusing in endangered species?

MS: Foi idéia do anfitrião da LeiriaCon, para o qual “o Lince” foi produzido para colaborar com essa espécie ameaçada. Espero que ajude um pouco. Na Alemanha nós ajudamos o zoológico da minha cidade natal. Talvez nos encontremos mais atividades como essa, se fizer sentido.
Algumas outras espécies não-ameaçadas já são parte da expansão Exotic e do novo Zooloretto Mini.

MS: It was the idea of the host of LeiriaCon, for which "the lynx" was produced, to collect with that for this endagered species. Hope it helps a little. In germany we supported he Zoo of my hometown. Perhaps we can find some more activities like this, if it makes sense. Some more non-endagered species are already part of the Exotic expansion and the new Zooloretto Mini.


Zooloretto, seu maior sucesso até agora. Foto BGG.

EatJ?: Ainda sobre o Zooloretto, ele é um jogo vencedor de vários prêmios importantes, incluindo o prestigiado Spiel des Jahres de 2007. Quão importante foi esse prêmio para você e como isso afetou seu trabalho como designer?

EatJ?: Still on Zooloretto, it is a multi award winner, including the prestigious “Spiel des Jahres” in 2007 – how important was it for you personally and how does it affected your work as a designer?

MS: Foi uma grande experiência para mim e para minha esposa, e que vai durar. Eu estou muito feliz em fazer parte dos designers que conseguiram isso. Às vezes isso pode ajudar a abrir algumas portas e é claro, tem a vantagem financeira de alguns anos assegurados nesse mercado difícil. Mas ainda mais atraente para mim é o fato de que eu posso criar coisas no universo do Zooloretto, posso seguir algumas idéias que normalmente não teria como.

MS: It was a great experience for me and my wife, and that will last long. I am very happy to be part of the designers that made it. Sometimes it can help to open up some doors and of course it has finacially the advantage for some assured years in this difficult business. But even more appealing for me is the aspect that i can create things in the Zooloretto world, can follow some of the ideas you usually can’t .

EatJ?: Qual a importância do trabalho gráfico nos seus jogos e você pensa muito nisso durante o processo de criação?

EatJ?: How important is the artwork of a game for you, and do you keep that in mind when designing a new game?

MS: O título e a arte são muito, muito importantes. Mas eu só tenho alguma influência neles. A empresa que publica decidirá no final, com maior experiência, o que é bom para ela. Eu tento manter o profissionalismo, a medida que o jogo não é para mim, e sim para os outros. Então, meus gostos pessoais não são importantes.


Expansão especial do Lince Ibérico. Foto BGG.

De qualquer forma eu tento escolher o melhor tema possível bem como penso como o artista gráfico quando desenvolvo e incluo as estruturas. O resultado será bem menos abstrato e resultará geralmente num manuseio mais intuitivo.

MS: The name and the artwork is very, very important. But i have just some influence on it. The publisher will decide finally and mostly knows better what is good for him. I try to keep it professional as the game will not be for myself, it is for the others. So, my personal favours are not important. Anyway i try to choose the best possible theme and also try to think as the graphician when i develop and include the structures. The result will be less abstract and result usually a better or more intuitive handling.

EatJ?: Obrigado pela entrevista e sucesso nas próximas empreitadas.

EatJ?:
Thank you very much for the interview and success on your upcoming projects!

MS: Obrigado pela sua música maravilhosa, eu amo Bossa Nova! E obrigado pelo seu interesse.

MS: Thank you for your wonderful music, I love Bossa Nova! And thanks for your interest.

4 comentários:

soledade disse...

Grande Cacá. Belíssima entrevista. O Michael Schacht é muito profissional e muito "alemão" ao primeiro trato mas depois, quando começa a aparecer uma cervejinha e um petisco, então ele fica mais "gente da gente". Gostei de ter conhecido essa parte dele e acho que, de certa forma, isso apareceu na entrevista.

abç

#nbs# disse...

Tive oportunidade de jogar o Industry na LeiriaCon...
Sem novidades de maior face ao Indústria, mas pareceu-me que os toques que levou melhoraram o jogo, tornando-o um filer bem giro...

ps- Muito simpático e cheio de humor, joguei com ele e a mulher e os dois estavam constantemente "picados" a jogar de forma muito competitiva...

Cacá disse...

Opa, olá amigos de além mar... =)

Confesso que fiquei impressionado pelo jeito do Michael, cara super gente boa mesmo... Acabei mandando uns cd's de MPB pra ele... =D

Abraços

soledade disse...

Ele perguntou muito por lojas de vinyl com MPB em Portugal. A vantagem é que há muito! :)