quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Ter. 18 - Casa do Gurgel

Ontem rolou a última jogatina na casa do amigo Gurgel, ele está se mudando para o Canada e por conta disso está inclusive vendendo a coleção de jogos dele (com algumas raridades em leilão no BGG).

Por conta de ser uma joga especial a casa estava bem cheia, passaram por lá pelo menos umas 15 pessoas e para abrir a noite com esse povo todo rolou um Lobisomem.


Casa cheia jogando Oriente na despedida da joga
no Gurgel (com o bebê no colo).


O jogo é um filler divertido onde os jogadores assumem papeis, os lobisomens estão no jogo para matar os aldeões, esses tentam linchar os lobisomens e ainda tem a vidente que tenta dar uma indicação de quem ela desconfia que sejam os "coisa-ruim".

Como era de se esperar num jogo pra muita gente, tudo é uma zona só, eu morri linchado logo de primeira (nego sisma que eu sou lobisomem sempre que eu jogo), mas eu era só um pacato cidadão. No final os lobisomens acabaram comendo a cidade toda e ganharam.

Depois disso separamos a casa em duas mesas, a "mesa bagunça" puxou um Bang! e a mesa séria que tinha eu, Lúcio, Alexandre, Filipe e Marquinhos puxou um Giants. Estava muito curioso para jogar esse jogo, pois achava ele visualmente muito bonito e já tinha lido (e visto a resenha do Spiel Portugal) coisas boas.


O bonito tabuleiro do Giants.

Nesse jogo somos tribos que moram na Ilha de Páscoa e tem que erguer os Moais para os deuses. A mecânica do jogo é bem fácil de assimilar: sorteamos quais moais estarão disponíveis pro turno e fazemos um leilão para escolha dos mesmos, colocamos nossos trabalhadores no tabuleiro (o xamã pode realizar umas paradas diferentes e o chefe pode fazer isso também desde que use umas pedras) e depois movemos os moais até os pontos específicos do tabuleiro.

A movimentação dos moais, a escolha de onde erguê-los, o momento de usar a mão-de-obra dos adversários (isso dá ponto pra eles), todas essas escolhas são importantes, e numa primeira partida tudo isso passa batido dando a impressão que o jogo é muito confuso, mas o jogo é bacana. Como diria o amigo Fel, "a learning-curve dele é muito grande", hehehehehe.

No final o Filipe (que era o único que já tinha jogado) ganhou de lavada, com o Lúcio em segundo eu e o Marquinhos empatados em terceiro e o Alexandre em último.

Depois disso o galerão já tinha jogado Oriente e depois os restantes pegaram um Last Night on Earth. Eu, Alexandre e Filipe puxamos um Nexus Ops que é sempre uma boa opção de final de noite. Depois de um começo a todo o vapor (fazendo 6 pontos logo nas 3 primeiras rodadas) sofri investidas de todos os lados (quase sumi do mapa) e mão começou a ficar podre.


Nexus Ops ainda no comecinho.

Mas acabou que consegui "combar" os objetivos com as cartas de Energia e finalizei a partida com 13 pontos deixando o Alexandre e o Filipe com 7.

Fica agora o desejo de uma boa viagem para o amigo Gurgel, que ele seja muito feliz com a família lá no Canadá e que não esqueça dos amigos daqui e sempre que vier por essas bandas reserve um tempinho para jogar com a gente.

2 comentários:

Edu disse...

Fala Lobisomen, rsrs


Legal o Giants, né?

Cacá disse...

Grande Edu... Na verdade eu achei que ia gostar mais, mas vou jogar outras vezes com certeza...

Quanto ao lobisomem eu nunca duro mais de uma rodada, só se o Shamou tb estiver jogando, aí um dos dois vai na primeira rodada e o outro na segunda.. hHAHahAHha...

Abraços...