Publicidade:

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Sáb. 11 - Campo de Batalha das Peças


A mesa do Nazi Mekas que não parou.

Esse sábado como eu tinha anunciado, rolou o 2º Campo de Batalha das Peças, e mais uma vez sucesso total. Mais de 40 cabeças dando porrada e entrando em conflitos com seus amigos.

Primeiro vou falar dos destaques do evento. A mesa do pessoal do Warhammer que fez um cenário absurdamente maneiro. Impressionante o trabalho que é dado as "miniaturas" (algumas são gigantes) e à pintura. Muito legal mesmo.


Fala sério, olha a qualidade dessa minis do Warhammer.

Outra mesa bacana foi a do Nazi Mekas do amigo Antonio Marcelo, essa também não parou quieta, todo mundo querendo saber mais sobre as regras e as minis, que estavam sendo vendidas lá, e são muito bacanas.

Eu finalmente consegui montar uma mesa de Overlord para o Memoir'44. Escolhemos o cenário The Cadets of Saumur, onde a última resistência francesa (Fábio e Marcio) tenta impedir o avanço nazista (eu, Rogério e Groo) sobre Paris. Esse é um cenário desequilibrado, onde os alemães levam bastante vantagem, mas até que na nossa partida apesar disso não tivemos vida fácil.


Eixo prestes a começar seu avanço sobre Paris no Memoir.

Os franceses estavam com a mão muito boa e venderam caro a partida. Depois de quase 4 horas de jogo os alemães fecharam a batalha com o placar de 12 x 10.

Depois disso tiramos a nossa meia-hora de almoço (afinal não dá pra perder muito tempo comendo nos dias de evento, hehehehehe) e na volta decidimos conhecer um jogo que o Rogério levou, o Vampire: Prince of the City.

Nele cada jogador é um príncipe de clã vampiro tentando conseguir mais domínio na cidade. A mecânica é simples, duas ações, move, tenta influenciar um território ou panca um outro príncipe. Jogo simples mas legal cheio de cartas pokemon que dão aquele toque caótico.


O tabuleiro do divertido Vampire.

No final o Flávio ganhou com os Mekhet por um ponto, em segundo lugar eu empatei com o Márcio (ele de Gangrel e eu de Ventrue) e em último o Rogério de Daeva.

Pra terminar o evento puxamos o jogo mais comentado do momento, o Risco Total. Ele realmente é uma cópia escrachada do Diamant, mas pra você que simplesmente ignora quem seja Bruno Faidutti e quer um jogo bacana pra galera ele é com certeza uma boa pedida dentro do cenário nacional, e fala sério, você acha ele a 19,60 no centro do Rio.


Age of Conan, outro jogo que tem sempre aparecido.

No mais, parabenizar ao Shamou (que agora é o organizador-mor dos eventos no SESC) e a galera que tem comparecido em peso e feito com que os eventos fiquem sempre cheios.

Fotos 3 e 5 by Shamou

6 comentários:

Carlos Eduardo disse...

Estou querendo conhecer o "Risco Total" já que estão falando dele, pois não conheço o "Diamant".
Mas a grande pergunta é: Vale a pena?
Obs: Não tenho nada contra o Bruno Faidutti.

Edu disse...

Fala Cacá,

Quanto tempo durou essa partida de Memoir Overload?

O Risco Total é divertido mesmo, interessante que ele comporta até 6 jogadores enquanto o Diamont até 8, e com a mesma quantidade de cartas. Eu joguei em três, e acho que quanto mais gente melhor deve ficar.

abs

Cacá disse...

Grande Cadu... o jogo é legal, bem filler, dá pra divertir e vale a pena sim...

Fala Edu... cara, demorou umas 4h, mas tivemos muitas discussões de como agir antes de cada ação, então a "ap" ficou alta, mas o jogo fica fodão no modo overlord...

A gente jogou com 7 lá no Campo de Batalha, dá pra jogar na boa com 8 sem o menor problema... é só arrumar mais duas fichas...

Abraços...

Ricardo disse...

Alguém conhece o dono do jogo Ogre/G.E.V que estava na mesa durante o evento?

opiumseed disse...

Risco Total é ainda melhor quando não tem um babaca (eu) lendo as regras errado.

Custo benefício imbatível.

Cacá disse...

Fala Ricardo... o OGRE é do amigo Christiano (que organizou a caravana para a RPGcon)...

Grande Romulo... realmente, mas acabou que a partida foi divertida assim mesmo.. me rendi e comprei um Risco Total pra mim, porra 19,60 tu não paga nem um lanche no McDonalds (hHAHhaHAhahAH)...

Abraços a todos...