Publicidade:

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Session Report : Nov. 06 - Calabouço das Peças

O povo aqui tá se mostrando cada vez mais afim de jogar, ontem foi mais uma mostra disso, noite de quinta-feira e a lotação do Calabouço quase que esgota, tinham 21 cabeças por lá (Eu, Bouzada, Léo, Arthur, 2x André's, 2x Cadu's, 2x Rodrigo's, Isaías, Alexandre, Marcelo, Nobre, Renato, Camilo, Carlão, Zé, Paulo, Shamou e Filipe).

Eu cheguei com a primeira leva do povo, enquanto uma mesa que tinha Bouzada, Fel, Rodrigo e Paulo jogava um Tigris & Euphrates o resto da galera que já estava lá pegou para começar os trabalhos um In The Year of the Dragon (eu, Cadu, Arthur e André Boné) .


Year of the Dragon chegando ao meio do ano.

Foi de longe a minha melhor partida, mas isso não quer dizer que eu não tenha dado uns tropeções e novamente esqueci de me preparar para a seca e com 4 casas no jogo e sem nenhum arroz na mão foi um massacre que comprometeu meu jogo. Já o Arthur fazia uma partida perfeita e quando arrancou pra vitória foi pra dar lavada, o Cadu acabou me dando uma pernada na pontuação final do Buda e ficou com a segunda colocação a um ponto na minha frente, o André Boné ficou com o último.

Depois pra dar uma descontraída e enquanto esperávamos o término do Tigris e da mesa que chegou depois e tava jogando um Tikal, a galera fechou um Pickomino comigo, Carlão, Cadu, André Boné, Alexandre e Zé. Esse jogo sempre garante boas risadas e grandes cubreadas, nessa partida mostrou-se que tem gente que acaba ficando craque em pegar a minhoca e o novo Rei da Minhoca é o André "100%" Boné, eu joguei de "starvation" e fiquei em último.


Pickomino home-made com a grelha já esvaziando.

Aí a coisa ficou séria no Calabouço, eram 23:00 e um grupo de 8 sentou para uma partida de Arkham Horror e eu/Camilo, Alexandre/Marcelo e Cadu II/Zé decidimos jogar um porradeiro e pegamos o Age of Mythology e a galera que sobrou revezou em vários jogos durante as 5h seguintes.

A partida do Age foi marcada por uma rixa quase que pessoal entre os Gregos (eu/Camilo) e os Nórdicos (Alexandre/Marcelo) que foi sangrenta e custosa para todos, mas que acabou com a vantagem dos Nórdicos, que estavam com uma mão abençoada.


Mesa apertada para o Age of Mythology.

Os Egípcios ficaram só na deles e no final quase conseguem ganhar o jogo na construção da maravilha, mas os Nórdicos já estavam de olho nisso e construiram primeiro ganhando os pontos das maravilhas e dos prédios ficando em primeiro, os Gregos vieram em segundo pelos pontos comprados durante o jogo e alguns conseguidos na porrada e os Egípcios em últimos levando os pontos de maior exército.

Nisso já eram 4:30h da manhã e nego tava babando de sono, mas nem todos pois quando a gente tava indo embora estavam começando a montar uma mesa de Age of Empires III (as 4:30h da manhã!!!!!!!!!) e nego ainda nem tá de férias.


Galera jogando o Akham.

— — — — — — — — — — — — — —

Finalmente chegaram as últimas novidades que eu estava esperando, de originais o Metropolys que eu comprei com o amigo Casulo e o X-Deck do Agrícola que me foi mandado pelo amigão de Portugal Paulo Soledade.



Na área dos home-made mais uma contribuição lusitana, agora através do povo da Rede de Jogos eu fiz a expansão pro Age of Steam com o mapa de Portugal e fiz também o cartão com a mini-expansão para o Agrícola, a Through the Seasons.

9 comentários:

rodrigo disse...

Year of the Dragon - Caraca... agora que lembrei que eu já joguei este jogo 2 vezes !!! To com 50% pq na primeira vez la na joga franklin-rossiana eu já estava trebado !!!!!
[]s Rodrigo

Fel disse...

Putz, esqueci de pegar meu cartão do Through the Seasons.

O T&E FOI MUITO MELHOR dessa vez
do que da primeira. Percebi várias nuances, rolou mó porradaria e acabei com 9 pontos, um atrás do Bouzada e mesmo assim pq o Paulo precisou adiar o final do jogo pra fazer mais pontos. Foi ótimo o jogo.


O Arkham foi muito divertido apesar de eu não ter gostado do jogo justamente por não ser meu estilo. Caiu na mesma rede do In the Year, um jogo muito temático com regras bem amarradas e muita rejogabilidade mas fora do meu escopo de jogos.

Abrax,

Fel

Cacá disse...

Fala cubra, o Year é bem legal mesmo, e só de você não ter 100% já mostra que ele é sinistro, hHAHhahHAHaha...

Fala Fel, teu cartão tá guardado, depois te entrego. Eu tenho que jogar de novo o T&E pra ver se eu desfaço a minha implicância com ele...

Abraços..

Cadu disse...

O In the Year é realmente muito bom, mas ainda tenho muito a aprender nele e, assim como você Cacá, dei uns vacilos e ficamos só assistindo o Artur mandar no jogo.

Quanto ao Arkham eu gostei, mas ele deve ser bem melhor com dois ou três jogadores. Com 7 não foi tão divertido quanto poderia, e foi até relativamente fácil vencer o jogo. Só fomos ameaçadas em um determinado momento do jogo quando o Bouzada errou uma tentativa de fechar um portal, fora isso foi moleza já que o Filipe estava pior que o Chuck Norris para mandar os monstros pra vala...

No mais excelente report como sempre. Parabéns pelo blog.

[]s,

Cadu.

Cadu disse...

Humm... eu escrevi "ameaçadas"...

Quê, quê isso Manooooo!!!

P.S: O Fel era uma freira no jogo (Arkham). Mas foi a freira mais assassina que o mundo já teve notícias...

Alexandre Freitas disse...

Em breve:

Liberdade, Igualdade e Fraternidade!

Quero ver fotos!

Jesse James disse...

Caraca... começaram a montar uma mesa de AoE as 4h30 da matina??? Que inveja, ahahahah. Últimamente meu grupo mal pode ficar até as 2h da madruga por causa de suas respectivas esposas, heheheh.

Abs

JJ

Cacá disse...

Fala Cadu, realmente o In the Year sobe no meu conceito a cada partida justamente por isso, esses detalhes dele...

o Arkham eu espero pra jogar numa mesa mais enxuta, embora tenha acabado jogado uma partida que demorou muito tb, mas que pelo menos foi mais legal...

Fala Xandolino, Liberté já tá quaaaase pronto, faltam uns detalhes só, e pelo que eu lí parece ser fodão...

Fala Jesse, realmente tem uma galera na disposição quase sempre, já teve casos do pessoal as 9h (!!!!!) começar um Through the Ages (!!!!!!)

Abraços a todos....

Victor disse...

Cacá, eu só não pedi o Liberté porque uma nova edição está prevista para 2009. Não tenho ido mais ao calabouço, mas adoraria conhecer os Sapateiros da Revolução Francesa!