sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Session Report : Out. 16 - Calabouço das Peças

Depois da quinta-feira passada de jogos mais leves, ontem foi dia de "queimar a mufa", começamos a noite numa mesa pra 5 estreando o meu Agricola.

De novato no jogo apenas o Roger e o Cadu, mas ambos aprenderam o jogo muito bem e fizeram uma partida bem interessante. Com jogadores bem nivelados o jogo foi muito bacana, eu recebi uma mão muito boa, mas aproveitei as cartas muito mal, em contrapartida o Cadu baixou tudo que podia e fez uma pontuação em bonus que eu nunca tinha visto ainda.


Agricola ainda no comecinho dos trabalhos.

O André Amiúne também ficou na dele e perto do final mandou uma ocupação que só desconta ponto pelo "mindingo" e pelos espaços vazios, boa carta e pra ele funcionou super bem. O André "mosca-morta-dissimulada-palhacenta-e-sem-vergonha" Felipe ficou a porra do jogo todo reclamando da mão, das ações, do tempo, do refrigerante e acabou ganhando ("Ih, eu ganhei, nem achei que ia conseguir"), deixando o Cadu em segundo, Amiúne em terceiro, Roger em quarto e eu com uma pontuação sem comentários em último.

Durante a partida do Agricola o resto da galera foi chegando, com a ilustre volta do Bouzada (que deve ter tido crise de abstinência e tudo esses dias sem jogos), e terminada a nossa partida fizemos uma reformulação das mesas.

Eu, Bouzada, Zé e Amiúne caimos dentro de mais um "brain-burner" e fomos conhecer o Brass.

Eu tava pra conhecer esse jogo a um tempão, afinal o Martin Wallace é notoriamente conhecido pelos jogos pesados e que valem cada momento na mesa, e eu já tinha lido muita coisa boa à respeito desse. E o jogo atendeu completamente as expectativas.


Brass no início da era das ferrovias.

A parada é construirmos fábricas de algodão, minas de carvão e ferro e arrumarmos um jeito de vender as paradas bem, antes dos adversários. O jogo é dividido em duas eras distintas, na primeira o transporte e a ligação entre as cidades é feita através de canais, as ações são feitas por cartas, quando acaba o deck muda a era, então as ligações são feitas através de ferrovias.

Assim como Age of Steam, o jogo é super apertado em matéria de grana, e tu tem que ficar pedindo dinheiro pro banco o tempo todo, e como eu acabei aprendendo mais tarde, tem que pedir grana que nem gente grande, já que vai se endividar enfia logo o pé na jaca.

O Bouzada já sabia bem o que tava fazendo e ganhou com uma certa folga, eu consegui um boa pontuação na segunda era e garanti o segundo lugar, com o Zé em terceiro e o Amiúne em último com uma diferença bem pequena entre os três.


O mais novo "xodó" do Fel, o Battlelore.

Outro destaque da noite foi a chegada do Battlelore do Fel, agora temos os dois commands & colors mais legais disponíveis no Calabouço, e o jogo foi devidamente estreado pelo Cadu x Fel, com vitória do "mosca-morta", que deve ter reclamado pra cacete das cartas, das tropas, dos dados, do refrigerante.... hehehehehehhehe...

9 comentários:

Cadu disse...

Cacá. Mais uma vez muito legal o seu blog. Tudo é muito bem feito.

Senti falta apenas da foto do Agrícola com as tampinhas de refrigerante.

O André "mosca-morta-dissimulada-palhacenta-e-sem-vergonha".

Hahahhahah. Esta foi a melhor descrição do André Felipe até agora.

[]s,

Cadu.

Cacá disse...

Valeu Cadu, teu report lá no site do Calabouço também ficou espetacular, cês tem é que ter mais paciência e colocar umas fotinhos...

Até mando a foto do Sapateiros do Agricola, para ilustrar... hehehehe..

Abraços

Fel disse...

Porra, essa meinha de vocês dois tá foda.

Vou arrumar uma luz fria pra vocês.

E em minha defesa, eu não conto os pontos antes do final do jogo. E realmente minha fazenda acabou se desenvolvendo um pouco melhor que a do Cadu!

Quanto ao Battle Lore, sem comentários, a mão do Cadu tava muito podre.

Semana que vem, mais Agricola.

PS: Joguei com o Deck I, achei bem pior que o E.

Fel disse...

E só uma pequena correção,

O Cadu tá longe de ser novato no jogo.

Ele tinha jogado a última partida que eu joguei, com o Camilo e o Léo Rossi!

Cacá disse...

Falaê Fel.

Eu achava que era a primeira do Cadu, enfim não foi sorte de principiante, acho que temos outra "mosca-morta" no grupo... hehehehe...

Quanto aos outros decks, ontem eu abri o "K" e o "I" e tem um monte de cartas do "E" nos pacotes e eu não sabia, hehehehhee...

Enfim, essa semana tem Calabouço e Castelo, vai dar pra jogar bastante o Agricola e outras paradas... Quem sabe um BL...

soledade disse...

Finalmente o Agricola hein?! Mas, para mim, o Brass é mais a minha praia. Pelo menos não dá a sensação de estar sempre a fazer a mesma coisa.

Foi uma boa sessão, essa.

abç
PS

Cacá disse...

Pois é Soledade, finalmente eu tenho meu próprio Agricola, e a cada partida acho ele melhor (e olha que eu ainda nem ganhei nenhuma)..

Já o Brass é muito "giro" mesmo, ainda que eu prefira o AoS, mas ele entrou em segundo lugar na minha lista do Wallace, e olha que isso não é pouca coisa não...

Abraços do Brasil

rodrigo disse...

Fala cacá... quanto tempo esta demorando a partida de agrícola? ??

geral jogando, viciado, já que que quando eu voltar vou acabar perdendo pro franklin,rossi, shamou e so vou ganhar do carlos "que perde pro neutro" Salles

[]s

Cacá disse...

Fala Rodrigo... Cara uma partida com a galera que já joga tem demorado umas 2h... E nego não tá muito viciado ainda não, dá tempo de você aprender e tentar manter um 100% nesse tb... hehehehhehehe...

Abraços...