Publicidade:

quarta-feira, 26 de março de 2008

Session Report : Mar. 25 - Casa do Camilo AKA "Shamouzão"

Depois de um tempo meio escasso de jogas, o "Shamouzão" voltou a ter jogatinas toda a semana. Isso é bem legal, pois é uma das jogatinas mais divertidas que rolam por aqui, boa parte disso deve-se ao Camilo que é figuraça de marca maior.

Ontem foi dia de bom quorum e um jogador novo, o Ronald, que foi logo apresentado ao Puerto Rico que foi jogamos em 5 (eu, Léo Rossi, Bouzada, Guilherme e Ronald). Acho que não preciso falar muito sobre o jogo, mas como opinião pessoal vale dizer que gosto dele, mas não acho a oitava maravilha do mundo como muitos o acham.


Foto Ilustrativa do Puerto Rico. Minha versão caseira dele.

A partida foi boa, com vitória do Léo, mesmo o Bouzada falando o tempo todo que o Ronald ia ganhar, aliás, isso ia se tornar uma tônica da noite, se o Bouzada dissesse que você estava pra ganhar, um abraço, você ia perder.

Depois o Ronald foi embora e o Arthur chegou, decidimos então jogar o In the Year of the Dragon, no jogo somos tipo prefeitos de uma cidade e temos que protegê-la das intemperies de um ano que é cheio de coisas ruins acontecendo. Basicamente você vai crescendo seus prédios e contratando gente para suprir as necessidades que vão aparecendo, e nisso vai ganhando ponto e aumentando sua população. O jogo é OK, mas depois de ter entendido errado uma parada da regra minha partida foi para o saco, fiquei fazendo figuração até o final. Ganhou o Arthur com diferença de um ponto pro Guilherme, o Bouzada jurava que quem ia ganhar era o Guilherme.


Foto Ilustrativa do In the Year tirada do BGG.

Depois com a chegada do Camilo dividimos o grupo em duas mesas, Arthur e Guilherme foram jogar o Catan Card Game e o resto da galera jogou o Amyitis.


Foto Ilustrativa do Amyitis tirada do BGG.

Nesse jogo somos nobres tentando ajudar o rei Nabucodonosor a construir os Jardins Suspensos da Babilônia, para isso ficarmos cheios de prestígio (e ganharmos o jogo). Na mecânica temos um tabuleiro onde movemos uma caravana que serve para dar uma melhorada no nosso jogo ou construírmos uma parte dos jardins, e no outro tabuleiro temos o jardim propriamente dito e 3 templos que servem para nos dar pontos, produtos ou dinheiro/camelo. Um jogo bom, a partida foi bem disputada e o Camilo ganhou com uma disparada na última rodada, maldito Bouzada que micou minha vitória dizendo que eu ia ganhar. hehehehehehhehe.

2 comentários:

Guilherme Rodrigues disse...

Huehue O Bouzada é sempre assim: Fala que alguém vai ganhar pra todo mundo marcar o cara!

Só uma correçãozinha: No In The Year, o Bouzada falou que eu ia ganhar(micando minha vitória) e deu vitória do Arthur por um ponto.

Mais um excelente report :D

Cacá disse...

hAHahHAhahAHahHAhahA... eu lembrava que ele tinha micado a vitória de alguém que perdeu por 1 ponto... mas não prestei muita atenção no In the Year.... Maldito arroz....